quarta-feira, 31 de julho de 2013

Resumo da Assembleia e Manifestação do Alunos da UniverCidade - Reunião com a Galileo Educacional - 29 de Julho

Ontem, dia 29 de Julho, às 18h, aconteceu a assembleia dos estudantes e manifestação contra o Grupo Galileo na sede da mantenedora, Rua Sete de Setembro, n° 66 - Centro. Estavam presentes alunos de todas as unidades (Ipanema, Gonçalves Dias e Madureira), alunos da UGF, UNISUAN, a União Nacional dos Estudantes (UNE), a União Estadual dos Estudantes (UEE). Mais uma vez, poucos alunos da UniverCidade compareceram ao movimento, mas isso não impossibilitou o andamento da programação.

Durante a assembleia, os alunos solicitaram uma reunião com o Diretor-Presidente da Galileo, Alex Porto, para pedir explicações e dar garantias a Comunidade Acadêmica acerca das operações da UniverCidade. Após 1 hora de negociação, foi permitida a entrada de 20 alunos para conversar com o Presidente da Galileo e o Reitor da UniverCidade, este que acabara de chegar durante a assembleia dos alunos.

Os alunos, antes de seguirem para a reunião, elaboraram uma pauta de reivindicações:

  • Garantia da volta no próximo semestre, honrando com os compromissos firmados;
  • Garantia de não retaliação dos participantes da greve (Professores e Alunos);
  • Transparência das contas da UniverCidade e Galileo Educacional;
  • Reaplicação das provas para todos os alunos que não fizeram durante a greve;
  • Comunicado sobre a segurança dos elevadores de todas as unidades;
  • Assinatura de autorização para entrega da sala do DCE.
A reunião se iniciou às 19:20h com a leitura da carta que foi enviada ao MEC, onde enumera os diversos problemas da UniverCidade. Após a leitura, Alex Porto, Diretor Presidente da Galileo Educacional, tomou a palavra e disse que a Galileo não possui dinheiro para manter a UniverCidade, reafirmando o que foi dito na reunião da Comissão Paritária, mesmo com as mensalidades que são pagas e as verbas do Governo, oriundas do Prouni, Fies, entre outros. Classificou como uma "operação deficitária" a gestão da UniverCidade, informando que são injetados recursos financeiros todos os meses na faculdade, pois com o que arrecadam não é possível manter a operação da UniverCidade. Atualmente, o número de alunos presentes na faculdade é de 6 mil, ante 10.350 no início do ano e 34.000 antes da chegada da Galileo Educacional, a 1 ano atrás.

Ainda foi informando que as auditorias nas unidades da faculdade foram concluídas e serão apresentadas ao MEC. Em relação ao no funcionamento dos elevadores, que por sinal estão prestes a anunciar uma tragédia, o Diretor Presidente informou que existe uma empresa que é responsável pela manutenção e que caso ocorra o sinistro, está irá arcar com as consequências, apesar de terem protestado a Galileo por falta de pagamento do contrato. Deram enfoque ao Plano de Reestruturação das IES, este que, questionado sobre a sua apresentação aos alunos, foi negado a primeiro momento, mais depois de solicitar que o Conselho Universitário tivesse ciência do seu conteúdo, e até como forma de tentar reiniciar a credibilidade da mantenedora, Alex Porto informou que irá verificar junto ao jurídico da Galileo a possibilidade de apresentar o plano a toda a comunidade acadêmica, uma vez que esses são os mais interessados por tal informação. A resposta sairá até segunda-feira (05/08).

Alex Porto garantiu o pagamento dos salários dos professores irá ocorrer dia 31/07 e nas demais datas. Questionado de que forma seria realizada esses pagamentos, o Diretor-Presidente explicou que serão realizados aportes nas datas dos pagamentos pelo sócio majoritário, Adenor Gonçalves, para depósito dos salários. Questionado sobre a origem desses aportes, o Diretor Presidente disse apenas que eram do sócio majoritário, não sendo possível expor a todos a origem dos recursos.

Em relação ao Plano de Reestruturação das IES, Alex Porto, questionado sobre a origem do terreno que será utilizado para o aporte de R$ 400 Milhões para financiamento das IES de Setembro de 2013 a Fevereiro de 2014, afirmou que o terreno está localizado no Brasil, diferentemente de seu pronunciamento em Brasília, onde confirmou que o terreno está nos EUA. Ainda questionado sobre a real intenção do plano de revitalizar a UniverCidade, se iá acontecer de fato ou ficar apenas na promessa, Alex Porto informou que quem tem responsabilidade de saber sobre os custos e ganhos da faculdade é somente a Galileo Educacional, não incluindo a Comunidade Acadêmica, dizendo que "o aluno não tem direito em saber sobre o fluxo financeiro da IES", pedindo "paciência" para todos. Nesse momento houve grande revolta de todos os presentes, rebatendo a fala e o pedido do Diretor Presidente.

Em seguida, foi a vez de Manuel Messias Peixinho, reitor da UniverCidade ter a palavra. Reafirmou que não irá acontecer nenhum tipo de retaliação aos professores e alunos que participaram da greve, sendo garantida a REAPLICAÇÃO DAS PROVAS para todos aqueles que mão fizeram durante a greve

A Galileo Educacional se comprometeu em reservar um espaço em seu site para divulgação do DCE Sete de Setembro - UniverCidade a toda Comunidade Acadêmica. Para isso, foi solicitado a elaboração de um texto para exposição no site da faculdade.

O reitor solicitou ao DCE que formaliza-se um documento para entrega da sala do DCE em Madureira, com indicativo de outras 2 salas nas unidades restantes (Ipanema e Gonçalves), no dia seguinte (30/07), onde será assinado pelo reitor autorizando a entrega da chave da sala.

Foi cobrado por todos os presentes que a Galileo enviasse um comunicado a todos os alunos se retratando sobre os fatos decorridos nesse período de greve. O prazo para elaboração é até 6° feira (02/08).

A reunião durou 2h20min. Essa foi a primeira reunião entre os alunos da UniverCidade e a nova gestão da Galileo Educacional. Foi criticado durante toda a reunião a falta de diálogo da Galileo com a Comunidade Acadêmica. Foi sinalizado por parte da Galileo Educacional de que, a qualquer momento, caso haja a necessidade, de se marcar uma nova reunião para debater os assuntos acerca da UniverCidade.

Abaixo estão algumas fotos da reunião:

Da direita para esquerda, Vanessa Silva, Letícia Portugal e Rômulo Sena, membros do DCE Sete de Setembro - UniverCidade

Alex Porto (Centro) e Manuel Messias Peixinho (Esquerda)



Portanto, fica aqui registrado os fatos que aconteceram na assembleia e manifestação contra a Galileo Educacional. Vamos aguardar e cobrar todos os compromissos firmados nessa reunião por parte da mantenedora. Iniciamos um canal de diálogo direto com a Galileo, coisa que antes nunca foi possível.
O DCE Sete de Setembro ratifica o seu compromisso com os alunos da UniverCidade na busca incessante da melhoria das condições de ensino e na luta dos direitos dos estudantes. 

VAMOS JUNTOS, VAMOS À LUTA!


Perfil do DCE no Facebook
Email do DCE: dceuc2012@gmail.com

"Saudações a quem tem coragem"